Igreja Episcopal Anglicana do Brasil . Diocese meridional
 
 
home eventos
Igreja Episcopal Anglicana do Brasil . Ministério Ordenado
 

Desde os tempos apostólicos, três ordens de ministros se desenvolveram na Igreja cristã: diácono, presbítero e bispo. A Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB) conservou essa estrutura eclesiástica ao longo de sua história. O diácono é um auxiliar do presbítero na administração dos sacramentos e do batismo, na instrução do povo e na pregação, se para isso foi autorizado pelo bispo. Quando está oficiando, o diácono usa por cima dos paramentos uma estola sobre o ombro esquerdo como sinal de seu ofício. A segunda ordem é o presbiterado, também conhecido como sacerdócio. O presbítero celebra os sacramentos, administra a doutrina e a disciplina da igreja e é o líder de uma paróquia, missão, capela ou congregação. O presbítero usa a estola sobre os dois ombros como símbolo de seu ofício. O diácono e o presbítero são também chamados de pastores, reverendos ou padres.

Todos esses nomes são títulos de honra pela função que exercem na Igreja. A terceira ordem é o episcopado. O bispo é um presbítero sagrado para ser o pastor-chefe da Igreja. É ele quem ordena os diáconos, os presbíteros e outros bispos e administra privativamente o rito apostólico da Confirmação.

O bispo é admitido no ofício episcopal segundo a histórica tradição dos apóstolos pela imposição das mãos de três outros bispos. A palavra episcopal significa que a igreja é governada e liderada por bispos (episkopos) que, em virtude de sua função histórica, são considerados como os sucessores dos apóstolos e como símbolos de unidade da Igreja.

Ordenação Feminina

Como já havíamos dito, na IEAB, as mulheres também participam do ministério ordenado em igualdade de condições com os homens. Foi uma árdua e merecida conquista.

No mundo, a primeira província a ordenar mulheres às sagradas ordens foi a Igreja Diocese Hong Kong. Na época da II Guerra Mundial, a Igreja diocesana de Hong Kong ordenou, pela primeira vez, a revda. Florence Lee Tim Oi ao presbiterado. Isso aconteceu como uma resposta à premente necessidade de alimentar espiritualmente uma comunidade chinesa em Macao. Nenhum presbítero poderia cruzar os territórios ocupados para chegar a essa comunidade carente de liderança pastoral. Por isso, o bispo Mok Sal Tseng, Sufragâneo de Hong Kong autorizou a diácona Florence a celebrar a Eucaristia em Macao. Ao retornar da viagem, o bispo R. O. Hall, diocesano, decidiu ordena-la presbítera. Isso foi em 1944.

No Brasil, em maio de 1985, a revda. Carmen Etel Alves Gomes foi a primeira mulher a ser ordenada às sagradas ordens. Foi a consolidação de um processo iniciado em 1973, acumulando diversas conquistas femininas, e que teve fim no Sínodo realizado em junho de 1984, o qual aprovou a ordenação feminina na IEAB.

Hoje, cada vez mais, as mulheres têm um papel decisivo na nossa Igreja. Outra conquista importante foi a eleição, na Catedral da SS. Trindade Porto Alegre, da primeira deã brasileira a revda. Marinez Rosa dos Santos, em janeiro de 1999. É mais um marco histórico na caminhada do ministério feminino ordenado do Brasil.

 
   
© 2008 Igreja Episcopal Anglicana do Brasil . Diocese Meridional . desenvolvido por k.design